LITERATURA: A INFLUÊNCIA NOS JOVENS



É discutido a algum tempo, como estamos vivendo uma grande perda de interesse literário, não precisa de muita pesquisa para entender o motivo: avanço tecnológico e suas facilidades. Embora nos últimos anos tenha se avançado bastante na questão da presença da literatura na escola, ela ainda é um grande desafio para os professores e, é claro, para os estudantes.


Os jovens buscam em ambientes fora da escola a satisfação de suas necessidades e expectativas no que tange à leitura literária. Aparentemente, e de modo bastante simples, podemos dizer que isso ocorre dado o desencontro entre os interesses da escola e os dos adolescentes.


O CRESCER E A LITERATURA




Amadurecer com a leitura é um salto com paraquedas, a passagem da infância para adolescência, e dessa para a fase adulta, a forma em que se enxerga toda e qualquer obra literária. É desses rituais de amadurecimento que tratam os chamados romances de formação, as características em que os jovens procuram em um livro é apenas um espelho de sua jornada, escolha e desejos.


Pode ser o drama de um amor não correspondido, o ardor da paixão jovem e simultânea e aqueles clichês de novas amizades, o paradoxo é não viver em uma ordem e sim a uma construção de identidade, por mais confusa que seja essa construção podemos detalhar e enxergar tudo de acordo com um livro, em Eleanor & Park, romance de Rainbow Rowell, pode-se detalhar a visão do descobrimento e como amadurecer é uma construção repentina e muitas vezes dolorosa.



Em O Diário de um Banana, comédia de Jeff Kinney, vemos a infância e toda imaginação de uma criança em torno do mundo. O Guia do Mochileiro das Galáxias do autor Douglas Adams é um clássico do mundo geek, a maneira inteligente e bem humorada do autor, consegue trazer a diversão e ao mesmo tempo construir opiniões sobre a sociedade, e quem mais do que um ser humano crescendo, tem mais opiniões? A literatura carrega consigo não só a leitura em estudo e compreensão, traz a tona opiniões, visão literária, personalidade e toda diversão da fantasia até os primórdios de Dom quixote, inspirador, extremamente engraçado e esperançoso, a obra do espanhol Miguel de Cervantes jamais perdeu a incrível força que possui.





LITERATURA INFANTOJUVENIL: EDUCAÇÃO E SOCIEDADE



A literatura tem um papel fundamental na formação de uma criança e pode funcionar como um primeiro passo para desenvolver sua fruição artística e valores humanos. Existem características que podem ser mais desenvolvidas apenas com o hábito da leitura.


A fase escolar é um momento da vida importante para ensinar o aluno a valorizar e desenvolver sua criatividade para que ele interaja com o mundo de forma autônoma e autêntica. A literatura infantojuvenil ajuda a organizar e a reter informações, fazendo com que ele se torne progressivamente mais criativo. infância é uma época da vida em que a criatividade é muito usada.


A leitura é uma das principais maneiras de obter informações diversas, e textos de qualidade podem incitar reflexões importantes que ajudarão o aluno a desenvolver seu senso crítico. Assim, ele estará apto para formular suas próprias opiniões e argumentos com autonomia, contribuindo para a sociedade de forma positiva. A leitura proporciona diversas fontes de informações diferentes, ajudando para que a criança forme um senso crítico. Isso é fundamental para que ela desenvolva suas próprias opiniões e não se torne uma pessoa alienada.


Os diversos gêneros literários podem ser fonte de compreensão do lúdico, de aumento da criatividade e até uma maior capacidade de interpretação de texto. Para muitos jovens, ler é sinônimo de trabalhar, uma obrigação. Ainda que a adolescência seja uma fase complicada para toda a família, também é um excelente momento para incentivar o hábito da leitura.

Nessa etapa em que a criança passa a ser um adulto e constrói sua personalidade, podemos demonstrar que ler também pode ser um prazer e lhe trará grandes benefícios. Durante a adolescência, os jovens se abrem para o mundo, descobrindo sua beleza, mas também sua complexidade. Esse é um momento de transição bastante complicado, já que a inocência da infância acaba. Através do hábito da leitura, os adolescentes têm a oportunidade de compreender o mundo que os cerca a partir de novas e diferentes perspectivas.

Os romances misturam sentimento, razão e imaginação, sem importar o gênero. Porém, ao mesmo tempo se baseiam sempre em elementos reais. Essa combinação reflete o entorno que o adolescente começa a descobrir e o ajuda a se aproximar dele. Além disso, a ficção é um gênero de leitura que oferece liberdade para imaginar, pensar e enfrentar novos objetivos. Uma das propriedades mais maravilhosas da leitura é sua capacidade de nos transportar a outros mundos. Nos deixamos levar pela história e inevitavelmente nos colocamos na pele dos personagens. Ler é sentir incontáveis emoções com as quais os adolescentes se identificam.

Lendo, o adolescente desenvolve sua imaginação e adota a personalidade de personagens muito variados. Através de suas vivências e de suas diversas formas de entendê-las e enfrentá-las, os jovens aprenderão lições vitais. E ainda mais, encontrarão nesses personagens companhia e consolo para a sensação de solidão que costuma surgir nessa fase da vida.







“A leitura nos oferece muita companhia, liberdade para ser de outro modo e ser mais”

–Pedro Laín Entralgo–





fontes de estudo:

https://soumamae.com.br/o-habito-da-leitura-na-adolescencia/

https://www.aeducacaonosmove.com.br/blog/importancia-literatura-infantojuvenil




ADM. Ana Beatriz

Vip Reforço Preparatório

Facebook: https://www.facebook.com/VipReforco

Instagram: https://www.instagram.com/vipreforcopreparatorio/



48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo